Mural do Leno

Mural do Leno

JCL - Studio Mural de Comunicação - D&G

JCL - Studio Mural de Comunicação - D&G

25 de agosto de 2016

Cabeleireiro é assassinado na Avenida 22 de Abril/SCC

Um cabeleireiro de nome JOÃO PAULO DA SILVA BABOSA, de 22 anos de idade, foi assassinado na noite desta quinta-feira(25), na Avenida 22 de Abril, Nova Santa Cruz, Santa Cruz do Capibaribe, Agreste de Pernambuco. A vítima foi atingida na cabeça, no braço direito e no tórax. Autoria e motivação ainda desconhecidas. A Polícia Militar ao chegar encontrou o rapaz ainda com vida, porém, ligou para o SAMU, que quando chegou a vítima já estava sem os sinais vitais.

24 de agosto de 2016

EX-PRESIDIÁRIO É ASSASSINADO NO ALTO SÃO SEBASTIÃO EM QUIPAPÁ

Blog: Agreste Violento

Um homem foi assassinado a tiros na madrugada desta terça-feira (23), no Alto São Sebastião, em Quipapá, Mata Sul de Pernambuco.
Populares ligaram para a PM informando que ouviram disparos de arma de fogo, com a chegada do policiamento ao local, foi localizada a vítima identificada por Silmar Luiz da Silva, de 34 anos de idade, ex-presidiário, ele estava caído ao chão com perfurações provocadas por disparos de arma de fogo, também apresentava diversas lesões de pedradas.
Silmar foi levado para a emergência do hospital local, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos. Ninguém soube dar detalhes de quem teria praticado o crime, o corpo permaneceu no necrotério do hospital e em seguida foi levado para a o Instituto de Medicina Legal de Caruaru.

JOVEM É EXECUTADO A TIROS NO CENTRO DE AGRESTINA/PE

Agreste Violento

Um jovem de idade não informada foi assassinado na noite desta terça-feira (23/8) na Rua Cônego Júlio Cabral, no Centro da cidade de Agrestina/PE.
Segundo a polícia, a vítima foi identificada por Peterson Pereira da Silva, vulgo “Orange“, que foi morto com disparos de arma de fogo.
A Polícia Militar esteve no local e isolou a área para realização de perícia através do Instituto de Criminalística (IC). Após os procedimentos, o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal, em Caruaru.
A delegacia do município vai investigar o crime, que até o momento, está sem autoria e motivação.

23 de agosto de 2016

Um estudante morreu e vários ficaram feridos em acidente envolvendo ônibus no Sertão. Veja a lista



Um grave acidente envolvendo dois ônibus escolares das cidades de Boa Ventura e Itaporanga, no Sertão do estado da Paraíba, deixou várias pessoas feridas e uma morte foi confirmada no final da tarde desta segunda-feira (22).
O acidente ocorreu, por volta das 16h, na BR 361, quando os veículos viajavam no mesmo sentido transportando estudantes do municípios para a cidade de Patos e quando passavam no trecho do triângulo que dá acesso à cidade de Igaracy, que fica entre as cidades de Itaporanga e Piancó, um dos veículos bateu atrás do outro. A colisão deixou os dois veículos parcialmente destruídos.
Diversas pessoas ficaram feridas e uma vítima fatal foi confirmada pela delegada da Polícia Civil, Sívia Alencar. A vítima foi identificada como sendo o estudante de enfermagem Valdemberg Primo.
A maioria das vítimas tiveram ferimentos leves e algumas tiveram que ser socorridos para o Hospital Regional de Patos. Segundo a assessoria do HRP, os pacientes estão recebendo atendimento porém, nenhuma vítima está em estado grave. Confira os nomes da vítimas que estão sendo atendidas em Patos.
Milena Florentino de Souza - Itaporanga-PB; Giovani Cardial Estrada Bezerra - Boa Ventura-PB; Gabriela Pinto de Freitas - Itaporanga-PB; José Humberto Cordeiro - Itaporanga-PB; Josefa Batista Diniz Felismino - Itaporanga-PB; Ianka Clementino Ferreira Moreira - Itaporanga-PB; Damião Matias dos Santos - Cajazeirinhas-PB; Paulo Henrique Júnior - Itaporanga-PB; Eurides Siqueira Sousa Nunes - Itaporanga-PB e Luciana Rodrigues Pereira Barbosa - Itaporanga-PB.
O motorista de um dos veículos envolvidos no acidente, Jackson Figueiredo, contou que o acidente foi provocado por um motoqueiro possivelmente embriagado que estava parado na pista. Escute a entrevista no final desta matéria.
Para socorrer as vítimas, forma mobilizadas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (SAMU) e duas viaturas do Corpo de Bombeiros.

Menina some ao seguir para a escola em Itanhaém: 'Não chegou no colégio'

Natally Suelem Silva, de 16 anos, desapareceu no dia 16 de agosto em Itanhaém (Foto: Divulgação)
Polícia investiga paradeiro de Natally Suelem Silva,
que desapareceu em Itanhaém (Foto: Divulgação)
Familiares de uma adolescente realizam buscas pela jovem que já está desaparecida há sete dias em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Natally Suelem Silva saiu de casa na terça-feira (16) dizendo que iria para a Escola Estadual Jon Teodoresco e não foi mais vista. A Polícia Civil realiza buscas pela menor de idade, que não entrou em contato com a família desde então.

De acordo com a mãe de Natally, a jovem não chegou nem ao menos a aparecer na escola e não teve contato com a filha desde terça-feira. “Ela saiu de casa para ir até a escola, mas nem ao menos chegou lá no colégio. Ela não me ligou até agora”, afirma Lucineia Aparecida da Silva.
A menina foi vista pela última vez com algumas amigas e a mãe diz que ela usava calça legging preta e uma blusa azul com capuz. “Ela já tinha dormido sem autorização na casa de um amigo, mas nunca havia ficado sem falar conosco por tanto tempo, nunca tinha ficado longe de casa por tantos dias”.
Lucineia registrou boletim de ocorrência na delegacia da cidade e compareceu até a DIG nesta segunda-feira (22). A polícia realiza buscas pela menor de idade, mas até o momento, ela não foi localizada. Quem souber de informações sobre o paradeiro de Natally pode entrar em contato pelo telefone (13) 9-9635-9062.

Fonte: G1 Santos 
LG RodriguesDo G1 Santos

22 de agosto de 2016

CNH encontrada

Está com Amilton Piscineiro, ao lado da Igreja, próximo a ponte em construção na PE 160.

21 de agosto de 2016

Trilheiro é assassinado em Mandaçaia

Um homem identificado por José Carlos Diniz Ferreira, de 38 anos de idade, foi assassinado enquanto participava de uma trilha de motos, momento em que estava na comunidade de Mandaçaia de Brejo da Madre de Deus. A vítima sofreu dois disparos de arma de fogo e faleceu de forma imediata. A Polícia Militar foi acionada e procedeu com o resguardo da área, para a Polícia Civil realizar o levantamento cadavérico. Motivação e autoria ainda desconhecidas.


 Fotos: WhatsApp

19 de agosto de 2016

Eleições 2016: Começa campanha eleitoral nos municípios; veja novas regras

A campanha eleitoral para prefeitos e vereadores começou nesta terça-feira (16 de agosto). Neste ano a campanha deve ser mais discreta, com menos dinheiro e menos propaganda.
Para as Eleições 2016 foram feitas algumas mudanças nas regras e os candidatos e eleitores devem ficar atentos.

>Redução do tempo de campanha eleitoral : esta será a campanha mais curta dos últimos 18 anos: 45 dias, em vez de 90 e os candidatos terão, a partir desta terça-feira (16 de agosto), 45 dias para realizar comícios, distribuir material gráfico e organizar passeatas e carreatas.
>Doação para campanha –  Há também a proibição do financiamento eleitoral por empresas para candidatos e partidos. A partir de agora, as campanhas eleitorais devem ser financiadas apenas por doações de pessoas físicas e recursos do fundo partidário. Ainda assim as pessoas físicas
só podem doar 10% dos seus rendimentos de 2015.

> Está proibida a propaganda em prédios em propriedades particulares. Há uma limitação de até meio metro quadrado e (a propaganda) não pode sobrepor uma a outra.
> Adesivos nos carros  –  Em veículos também existe limitação nos adesivos a serem colados. Os adesivos podem ter o tamanho de 40 por 50 cm.
> Os cavaletes com campanha não podem mais ser colocados nas ruas ou em pontos de ônibus. Estão liberados apenas o uso de uma pequena mesa, desde que esta não atrapalhe a circulação de pedestres.
> Continua a proibição de propaganda em prédios públicos e de acesso ao público em geral como shoppings, igrejas, teatros e lojas de departamento. Esses locais não podem ter propaganda política.
> Propaganda na TV e no rádio  –  O tempo de propaganda gratuita na TV e no rádio, que caiu de 45 dias para 35. Pelo calendário deste ano, definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as inserções começarão no próximo dia 26 de agosto.
> Os candidatos terão de obedecer a um limite de gastos. Em municípios com até 10 mil eleitores, o limite de gastos para campanha a prefeito nesta eleição será de R$ 108 mil e para vereador, de R$ 10,8 mil.
Em cidades maiores, como Campinas, os candidatos a prefeito poderão gastar até 70% do valor declarado pelo candidato que mais gastou no pleito anterior, se tiver havido só um turno, e até 50% do gasto da eleição anterior se tiver havido dois turnos.

18 de agosto de 2016

Chá de gengibre: saiba como preparar e os seus benefícios

Bebida alivia enjoo, má digestão e até previne o câncer

O que é o chá de gengibre?


Xícara de chá de gengibre - Foto: GettyImagesChá de gengibre ajuda a aliviar o enjoo













Gengibre é uma raiz tuberculosa nativa da Ásia que tem sido usada tanto na culinária quanto na medicina. Outros nomes do gengibre são mangarataia ou mangaratiá. A partir da infusão de pedaços dessa raiz é possível fazer o chá de gengibre.
O gengibre tem diversos benefícios terapêuticos, dentre eles uma ação bactericida, fungicida, antioxidante, antisséptico e anti-inflamatório. O chá de gengibre pode ser benéfico, em pequenas quantidades, para aliviar náuseas (inclusive durante agravidez ou quimioterapia), ajudar na digestão e no combate a doenças de garganta e respiratórias.
Ele também ajuda a prevenir gastrite e úlceras, uma vez que atua no combate à bactéria H. pylori, uma das principais causas do problema.
O gengibre é conhecido por ser um alimento termogênico, ou seja, que acelera o metabolismo, aumenta a temperatura corporal e pode ajudar quem desejaemagrecer, mas este benefício só será notado se combinado a uma dieta saudável e prática de exercícios físicos.
O gengibre é encontrado nos mercados em natura, conserva, em forma de cápsula, cristal ou pó. Para fazer o chá, o melhor é utilizar a raiz pura. Na hora de comprar, prefira ela íntegra e fresca, com casca mais lisa, sem furinhos, que não esteja murcha ou mofada. A parte interna deve estar amarelada e não muito fibrosa.

Quais nutrientes possui?

O gengibre é rico em cobre, vitaminas A, B, C e D, potássioselêniozinco emagnésio. No caso do chá de gengibre, especificamente, os benefícios também estão muito relacionados à liberação dos óleos essenciais que fazem parte da sua composição: timol, carvacrol e eugenol.
Esses óleos são os responsáveis principalmente pela ação anti-inflamatória do chá de gengibre. Ou seja, o nosso corpo produz diversas substâncias inflamatórias, como as ocitocinas, mas os óleos essenciais do gengibre podem ajudar a inibir a inflamação. Inclusive, existem estudos em animais que mostram os seus benefícios para reduzir as inflamações das articulações relacionadas a artrites.
Para o estômago, principalmente, estudos mostram que ele afeta a aderência da bactéria H. Pylori, o que diminui o risco de desenvolver gastriteúlcera, e atécâncer de estômago em quem o ingere com maior frequência.
Note que a tabela de valores nutricionais abaixo considera 100 gramas de gengibre, porém o uso diário não pode ultrapassar 3 gramas.
Água (g)78,88
Calorias (Kcal)80
Proteínas (g)1,82
Lipídios totais (g)0,75
Carboidratos (g)17,77
Fibras (g)2
Cálcio (mg)16
Ferro (mg)0,6
Magnésio (mg)43
Fósforo (mg)34
Potássio (mg)415
Sódio (mg)13
Zinco (mg)0,34
Cobre (mg)0,22
Manganês (mg)0,22
Selênio (mcg)0,7
Vitamina C (mg)5
Tiamina (mg)0,025
Riboflavina (mg)0,034
Niacina (mg)0,75
Vitamina B6 (mg)0,16
Composição do gengibre para cada 100 g:

Benefícios do chá de gengibre


Ajuda no emagrecimento: O chá de gengibre é um aliado para quem quer emagrecer, uma vez que é um alimento termogênico, ou seja, que acelera o metabolismo, aumenta a temperatura corporal e acaba ajudando a perder peso. Contudo, não adianta apenas tomar o chá de gengibre e esperar uma perda de peso significativa, os seus benefícios só serão notados se aliados a uma dieta saudável e prática de exercícios físicos.

Diminui a náusea: Alguns estudos mostraram que o chá de gengibre pode ajudar a diminuir o enjoo depois de comer. Quando o alimento não "cai" bem, ele ajuda a diminuir esta sensação de má digestão. No entanto, se a causa deste enjoo for umtumor, por exemplo, ele não surtirá este efeito. Por ajudar na digestão, o seu uso também está relacionado a um alívio dos sintomas dos gases.

Também pode ser usado para diminuir as náuseas em pessoas que fazem quimioterapia ou grávidas, por exemplo, mas é importante sempre conversar com o seu médico antes de começar a fazer uso do chá nestas situações.

Previne úlceras e gastrites: Como o chá de gengibre ajuda a combater a bactéria H. pylori, uma das principais causas de gastrite e úlceras estomacais, ele também ajuda a prevenir que as doenças aconteçam. Esse mecanismo acontece da seguinte forma: a bactéria entra no corpo humano através da alimentação e se fixa no estômago, provocando gastrite e úlceras. Contudo, o chá diminuiria a sua aderência ao estômago, dificultando que ela se fixe e que provoque as doenças.

Pode ajudar na prevenção de cânceres: Dentre os cânceres que estudos mostram que o gengibre e seu chá podem ajudar a prevenir está o câncer de estômago, uma vez que ele é relacionado, em grande parte dos casos, a alterações provocadas por úlceras estomacais. Ele atua também na prevenção do câncer cólon-retal, pois possui uma substância chamada 6-gingerol, que impediria o desenvolvimento e a proliferação de células cancerígenas nessa região do intestino. Estudos em animais também mostram a diminuição do risco de desenvolvimento de câncer de fígado.

Prevenção de doenças respiratórias: Como o chá de gengibre tem ação antioxidante no corpo, ele age na prevenção da gripe e do resfriado. Ele também tem ação anti-inflamatória, melhorando os sintomas de tosse e dor muscular e das doenças como asma e bronquite.

Como consumir o chá de gengibre

A pessoa não deve consumir mais do que três gramas de gengibre por dia. Estas três gramas podem ser divididas em três ou quatro xícaras de chá ao longo do dia, por exemplo. Mas sempre tomando cuidado, uma vez que muito chá de gengibre pode causar irritação estomacal.
Para que o chá de gengibre mantenha os seus benefícios, é importante não ferver a raiz com a água. O chá deve ser preparado da seguinte forma: depois de lavar bem e cortar ou ralar a raiz, espere a água ferver em fogo alto e desligue. Adicione o gengibre, tampe a panela e aguarde de cinco a dez minutos. Você pode coar o chá antes de consumir.

17 de agosto de 2016

Codinome Pandora

Luciana de Queiróz escreveu assim: 

Codinome Pandora - Lançamento editora Pandorga

Você seria capaz de sacrificar tudo por um segredo?
Lançamento da pernambucana T.J Diniz conta a jornada dupla de uma jovem espiã que luta contra seu passado
Codinome Pandora, lançamento da Editora Pandorga, possui uma narrativa que irá encantar e instigar os leitores.  Com apenas 16 anos,  a pernambucana Thyaly Jéssica Diniz estreia no mercado literário com um livro recheado de mistérios e conspirações.
A trama conta a história de Alice Carter, uma jovem britânica que cresceu em um mundo problemático, e possui uma infância repleta de traumas. Sem o pai, que a abandonou junto ao irmão, e sem a mãe, que faleceu enquanto ainda era criança, ela encontrou na NSI (National Security Investigation – agência secreta do governo britânico) uma forma de abandonar os fantasmas do passado.
“De um lado, sou uma espiã adolescente; do outro, sou uma adolescente normal, típico clichê.”

Adotando o codinome Pandora, a personagem tentará dosar sua vida entre o mundo da espionagem e o mundo onde é apenas uma adolescente prestes a terminar o Ensino Médio. Nas páginas da obra, Alice terá que lidar com o próprio gênio difícil para não afastar aqueles que ela ama. Além disso, ela conhece Robert Johnson, um garoto misterioso que desperta um turbilhão de sentimentos na jovem espiã.

“O tal Johnson tinha um cheiro bom, isso eu não podia negar. O hálito quente com um cheiro de menta batia em meu pescoço, fazendo meus pelos da nuca se eriçarem.”
Codinome Pandora traz para o leitor detalhes intrigantes e cheios de emoção sobre a vida da protagonista. O livro é repleto de reviravoltas e ameaças eminentes vindas do passado de Alice.  Por fim,  ela terá que decidir se deve fugir ou enfrentá-las de uma vez por todas, mesmo que isso lhe custe perder os dois mundos. 

SOBRE A AUTORA

Thyaly Jéssica Diniz Lima, nascida em 1998, na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, interior de Pernambuco, estuda Direito na Universidade Católica de Pernambuco. Escreveu essa história quando tinha 16 anos, e escreve desde os 12, quando aprendeu que sua imaginação poderia fazê-la viajar por todo o mundo sem sair do lugar. Apaixonada por leitura e escrita, encontrou nas palavras uma forma de expressar para o mundo aquilo que sente. Louca por sua família, livros, séries e pessoas que queiram compartilhar conhecimento, pois tem uma sede insaciável de aprender. 
Codinome Pandora
Autora: Thyaly Jéssica Diniz Lima
Formato: 16x23cm
Páginas: 420
ISBN: 978.85.8442.147–3
Preço: R$39,90


Thyaly Jessica vai está autografando o livro na Bienal de São Paulo no dia 03 de setembro na Stand da Editora Pandorga às 14 horas. 

Lançamento do livro em Santa Cruz, será dia 24 de agosto às 19 horas, na Câmara de Vereadores. O valor do livro é R$ 39,90.

Aqui em Santa Cruz, Thyaly Jéssica Diniz Lima, estudou na Escola Santo Antonio.

15 de agosto de 2016

Serviço Animal

Esse cavalo está solto, com fome e sede na Avenida 22 de Abril, Bela Vista - Santa Cruz do Capibaribe.

O amor e a luta de um pai entre as drogas, a pobreza e a microcefalia

Wagner SarmentoDa Rede Globo Nordeste
Paulo Rogério e Maria de Fátima com a pequena Vitória e sua irmã, no barraco em que vivem na Vila Santa Luiza, na Torre, Zona Norte do Recife (Foto: João Carlos Lacerda/FAV)

Fonte: G1 - O pedreiro Paulo Rogério Araújo conheceu Maria de Fátima dos Santos, 21, num ponto de prostituição no Recife. Ele, cliente. Ela, moradora de rua desde os 8 anos, usuária de crack e garota de programa. No primeiro encontro, o pagamento pelo serviço e um convite. Paulo chamou Fátima para morarem juntos. Ela relutou. Ele insistiu. Começaram uma relação que tinha tudo para dar errado. Deu certo. Três anos depois, Fátima abandonou os programas, as drogas e o passado. O presente tem nome: Eduarda Vitória, 10 meses, uma das 376 crianças com microcefalia nascidas em Pernambuco. O Dia dos Pais, frisa Fátima, é uma data para celebrar a família e a persistência de seu companheiro em constituir uma família.

“Se não fosse por ele, eu estaria no fundo do poço. Eu sempre pedia a Deus que me livrasse das drogas e me desse uma família. Foi através do meu marido que eu consegui isso. Foi ele quem me mostrou o caminho. Desde que a gente se conheceu ele falou que queria viver comigo e mudar minha vida”, ressalta a mulher, que foi viciada em crack por uma década. “Não me envergonho das coisas que fiz. Me prostituí por causa das drogas, mas sei que dei a volta por cima”, completa.
Desde que os casos de microcefalia começaram a saltar nas estatísticas da Secretaria Estadual de Saúde (SES), as atenções – por razões óbvias – se voltaram para as mães. Outras reportagens versavam sobre pais que estavam abandonando filhos nascidos com a malformação – levantamento do Instituto Baresi revela que 70% dos homens deixam as mulheres quando o bebê nasce com alguma deficiência.
Mas os números não medem histórias como a de Paulo Rogério Araújo. Antes de sua segunda filha nascer, ele trabalhava como servente de pedreiro, lavava carros e carregava fretes no Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa-PE). Largou todos os empregos para ajudar a esposa Maria de Fátima na criação e no tratamento da menina com microcefalia. “Sempre fui trabalhador, mas no momento não estou conseguindo por causa de Eduarda Vitória. Minha mulher não consegue fazer tudo sozinha. Ajudo em tudo”, diz.
Seja nas consultas semanais na Fundação Altino Ventura (FAV), nas terapias na Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) ou nas idas ao Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), o pai sempre está lá, revezando com a mãe o cansaço e o prazer de embalar a pequena nos braços. “Ela chora muito, espirra muito, tem convulsões. O trabalho é grande, mas a gente junto faz melhor. Minha filha está sempre limpinha e bem cuidada”, orgulha-se.
Condições insalubres fazem parte da vida do casal, que não desiste de dar uma vida melhor à pequena Vitória e sua irmã (Foto: João Carlos Lacerda/FAV)Condições insalubres fazem parte da vida do casal,
que não desiste de dar uma vida melhor à pequena
Vitória e sua irmã (Foto: João Carlos Lacerda/FAV)
As condições de vida, no entanto, jogam contra. A família vive do benefício do INSS dado aos pais de bebês com microcefalia - no valor de um salário mínimo e que não é suficiente para pagar as contas. As doações, que eram abundantes quando a microcefalia e a zika ganharam manchetes mundiais, foram ficando cada vez mais raras.
Marido, mulher e as duas filhas moram em um barraco de madeira na Vila Santa Luzia, na Torre, Zona Norte do Recife. Em fevereiro, quando Eduarda Vitória era recém-nascida e o casal ainda assimilava a novidade de uma filha com microcefalia, a tragédia quase bateu à porta. Um incêndio na comunidade destruiu dezenas de barracos. O fogo chegou a menos de 50 metros da casa deles. A fumaça avisou que o pior estava perto.
A família unida é o maior presente de Paulo neste Dia dos Pais, mas o homem também sonha com o futuro em que possa deixar o casebre para botar a filha numa residência digna. “A gente dorme de luz acesa porque no barraco aparece barata, rato, até cobra. Dá medo. Minha filha chora fácil e a situação aqui é difícil. Sonho com uma casinha para elas”.